Arquivos da categoria: News

[resumo da semana – 19-23/06] O mundo corporativo não é lugar de sentir pena! Vi uma postagem de um profissional que, mesmo com uma oferta incrível de trabalho na mão, relutava em aceitar por sentir pena da empresa que atualmente trabalha.  Tive que gravar um vídeo para falar sobre isso. Spoiler: a empresa não vai sentir pena de você. Assista aqui! Leitor proibido de compartilhar meus posts Um leitor foi proibido de compartilhar minhas publicações em suas redes sociais. Segundo seu chefe, elas estavam atacando e ofendendo ele e a liderança da empresa. As minhas mensagens para os líderes são sobre a importância de buscar conhecimento, treinamento, dominar ferramentas, trocar boas práticas e ter MUITA humildade e respeito. Leia o texto completo e a discussão sobre o assunto aqui. “Nunca diminua a sua luz para acomodar a escuridão dos outros.” Há uma coisa que não nos contam quando a vida fica próspera,…

Leia mais

Comecei a semana refletindo sobre a frase que dá o nome a esta Newsletter. Eu era assim. Eu achava que tudo que eu tinha que fazer precisava ficar perfeito. O projeto, a apresentação, o e-mail e até mesmo as pessoas que estavam ao meu redor (nem preciso falar o quanto isso é chato, né?).  Levou um tempo para eu perceber que a tal da perfeição que eu perseguia era uma ilusão. Ela só existe na nossa cabeça, até porque o que é perfeito para mim, pode ser mais do que imperfeito para você. (continua) “Luciano, devo avisar para empresa que quero sair e estou procurando outra oportunidade?” Recebi esta pergunta de uma leitora recentemente (e já havia recebido dezenas de vezes anteriormente). Resposta curta: não, não devemos. Gravei um vídeo para falar sobre esse tema importante aqui. Postei também um pensamento sobre o mesmo tema, que deixo aqui para todos:…

Leia mais

Na época em que Toy Story 2 foi lançado, alguém acidentalmente apagou quase todos os arquivos do filme antes do seu lançamento. Galyn Susman, uma funcionária da Pixar, tinha uma cópia do filme em casa e literalmente salvou a animação. Essa semana ela foi demitida junto com dezenas de outras pessoas por um “corte de gastos”. Muita gente me mandou a notícia indignada com a demissão, e eu acho que ficar chocado em uma situação como esta é quase um sentimento infantil. Calma, eu explico aqui o motivo. O emprego dos sonhos de um, é o pesadelo do outro Uma leitora me contou que tinha o sonho de entrar em uma empresa específica. Com muito trabalho, construção de networking e após uma série de processos seletivos mal sucedidos (tema para um outro texto), ela finalmente conseguiu a vaga no lugar que tanto queria. No começo foi tudo mágico, feliz, o orgulho…

Leia mais

“Eu quiro uma sanduíche do murdadela”. Entendeu a frase acima? Este é o português fluente de um colega estrangeiro que conheci no trabalho. É fluente porque ele fala e você entende, apesar dos erros. Essa era uma das coisas que eu mais admirava nele, a coragem de praticar. O objetivo é sempre aprender a língua da melhor forma possível, mas não se deixe cair na armadilha de esperar ter um inglês perfeito na teoria para depois partir para a prática. Eu trabalhei para grandes empresas de tecnologia por mais de 20 anos usando o inglês todos os dias. Meu inglês é perfeito? Não mesmo, tenho certeza que em muitos casos falo bem parecido com o colega que citei. Mas sabe o mais legal? Parei de idealizar meu inglês e esperar que ele ficasse perfeito, e entendi que só a prática poderia me fazer melhorar. Essa minha coragem junto com uma…

Leia mais

Esta semana eu comecei abrindo a minha aula sobre Feedback GRATUITAMENTE para todos no meu canal de YouTube. A ausência de feedbacks de qualidade no mundo corporativo é fonte de muita dor, confusão e, acredite, afeta até a lucratividade de uma empresa (sem contar a nossa satisfação). E as mulheres, infelizmente, são as mais afetadas. Eu falo sobre isso e trago um passo a passo de como pensar e dar feedback de qualidade aqui. Aproveite a aula e compartilhe! Fofoca no trabalho Fofoca no trabalho é algo muito, muito destrutivo e eu acredito que é papel de todos desincentivar essa prática nociva. Para isso trago, com humor, uma forma de fazer isso. A dica rendeu uma boa discussão lá no LinkedIn. Prioridades Ainda esta semana, fechei um grande negócio para a minha empresa, achei uma parceira chave para tirar um projeto da gaveta que queria muito, recebi a notícia de que meu livro já…

Leia mais

“Eu olho ao meu redor e parece que está todo mundo à minha frente, até uma amiga que é bem mais jovem chegou numa posição de coordenadora. Eu sempre fico para trás.” – Mentorada Escutei a frase acima de uma mentorada, muito ansiosa e angustiada com o momento da sua carreira. Quero já deixar aqui uma reflexão “profunda”: Se a expectativa é a mãe da merda, a comparação é o pai. Ficar se comprando é um dos hábitos mais perversos e destrutivos que podemos fazer contra nós mesmos. Cada pessoa é única, tem seu próprio caminho dentro de um contexto com infinitas nuances. Olhar para o lado e ver apenas a grama verde do vizinho e compará-la com o interior da sua casa não faz o menor sentido. Eu falo mais sobre este tema no texto que publiquei no começo da semana. Frases de efeito Esta semana também foi momento de trazer…

Leia mais

Não ter estudado inglês foi o meu arrependimento por muito tempo, até eu decidir mergulhar de cabeça em aprender de uma vez por todas. Eu tinha um inglês mixuruca e fazia de tudo para correr de qualquer situação em que eu tinha que falar (perdi a conta de quantas vagas deixei de aplicar por isso!), principalmente em público. Isso ficou tão chato e incômodo que um dia eu tomei uma decisão: eu vou deixar o meu inglês fluente.  Sabe o que eu fiz? Muita dedicação: Eu fiz isso durante 1 ano e meio, toda semana. Por volta de 3 horas por dia de dedicação.  O prêmio: fluência. O meu inglês não é perfeito, mas há anos deixou de ser uma barreira ou algo que me impede de fazer as coisas. Esse sentimento é libertador.  Ter esse domínio da língua me fez ter tido a oportunidade de trabalhar em duas das maiores…

Leia mais

Esta semana eu falei muito sobre culturas corporativas e o que acontece dentro do escritório, mas antes disso uma notícia boa: a Amazon está com a BookFriday no ar! Diversos livros com preços incríveis, se você gosta de ler – seja no e-book ou com cheirinho de livro – não deixe passar a oportunidade! E, entre as promoções, o meu livro Seja Egoísta com sua Carreira está com 40% de desconto! Confira aqui: Assédio no trabalho Voltando para as culturas corporativas, uma leitora me contou como, na agência em que ela trabalha, se alguém sair antes das 18h ou 19h, todos batem palma como forma de assediar a pessoa. Inacreditável, né? Isso gerou uma grande discussão entre os leitores, dá uma olhada aqui.  “Está desmotivado, José?” Deixei também uma boa prática para todos os líderes sobre a tal da perguntas “você está desmotivado?”. Se você faz essa pergunta para as pessoas do time,…

Leia mais

Esta semana que passou foi movimentada no meu perfil. Fiz uma reflexão sobre a frase de efeito: “Se você for a pessoa mais inteligente da mesa, você está na mesa errada.” Será que ela faz sentido? Veja o que eu penso e a enorme discussão que o texto gerou entre os leitores aqui. Publiquei também a “oração do líder”, algo que eu acho que todo líder deveria ler, entender e aplicar nos times que fazem parte: Oração do líder Nesse dia que começa, declaro e coloco intenção para que eu: Tenha respeito, carinho e humanidade com as pessoas que trabalham comigo, Trate todos de forma igual, sem discriminar ou privilegiar, Encontre sabedoria para comunicar com eficiência e dê espaço para as pessoas se expressarem, Tenha humildade de saber que não sei tudo, e que muitos do time sabem mais do que eu (e isso é algo bom), Seja um construtor de pontes,…

Leia mais

AULA ABERTA E GRATUITA Esta semana eu decidi pegar o conteúdo de uma das minhas palestras profissionais sobre empregabilidade (Currículo, Narrativa e Networking) e abrir gratuitamente para todos no meu canal do YouTube. Entender que o currículo já não é mais só um pedaço de papel, que contar a sua narrativa de forma positiva em uma entrevista pode ser o diferencial entre conseguir ou não a vaga, e que networking é uma construção de longo prazo, melhora incrivelmente a nossa imagem como profissional e, consequentemente, as chances de conseguir aquela vaga interna, trocar de emprego ou se recolocar no mercado. Se você conhece alguém que precisa se recolocar ou está buscando uma mudança, mande a aula que está disponível gratuitamente aqui. PERGUNTAS DOS LEITORES Foi também uma semana bem intensa de perguntas e questões dos leitores. Uma delas me contou o seguinte: “Luciano, meu chefe chamou outro gerente para discutir minha…

Leia mais

10/16